{ Promise JavaScript } O que é e como funciona?

JavaScript

{ Promise JavaScript } O que é e como funciona?

Gabriel Nascimento
Escrito por Gabriel Nascimento em 30 de abril de 2022

No Desenvolvimento Web nem tudo é instantâneo…

Por exemplo, quando você usa um serviço externo, ele pode levar alguns segundos para responder.

Ou talvez você esteja fazendo uma operação assíncrona

Seja qual for o caso, vai precisar lidar com uma Promise JavaScript.

Então, se você nunca trabalhou com promises ou não sabe o que significa, continue lendo esse artigo para saber:

  • O que é;
  • Para que serve;
  • E como utilizar.

O que é promise no javascript?

ilustração caixa surpresa

“Promise é um objeto criado para lidar com resultados de operações assíncronas…

Como a execução do JavaScript é ininterrupta, temos um problema quando nosso código depende do resultado de uma operação que não sabemos quanto tempo levará até ser completada.”  – Diego Pinho, ECMAScript 6

Uma situação comum é quando usamos uma API externa em nossa aplicação.

Afinal, a solicitação é feita para outro servidor, e não sabemos quanto tempo ele vai levar para enviar uma resposta.

Mas enquanto isso, a execução do nosso código continua e precisa do resultado dessa operação.

Por exemplo, se tentarmos acessar o saldo de uma conta bancária antes que a requisição tenha sido concluída, não teremos o valor esperado:

esquema de requisição http

Note que obtivemos o valor undefined ao invés do saldo.

Esse tópico foi baseado no livro ECMAScript 6 do Diego Pinha, editora Casa do Código.

Os estados de uma promise

O objeto promise guarda a promessa de que, em algum momento, sua execução vai terminar e gerar um resultado.

Mas pode acontecer um erro durante a atividade…

E por conta disso, uma promise possui 3 estados:

  • Pendente: estado inicial, quando está esperando a execução finalizar;
  • Resolvido: a execução foi concluída com sucesso;
  • Rejeitado: ocorreu um erro durante a execução.
fluxo promise javascript

Mas como passar de um estado para outro?

Construindo uma promise em javascript

Construir promise javascript

O construtor da promise recebe uma função com 2 argumentos: resolve e reject:

var promise = new Promise((resolve, reject) => {
  // Lógica da promise
});

Dessa forma, usamos os 2 parâmetros dentro da lógica da função para indicar quando a promise foi resolvida ou rejeitada:

var promise = new Promise((resolve, reject) => {
  var result = true;
  
  if(result) {
    resolve("Executada com sucesso!");
  } else {
    reject("Ocorreu um erro...");
  }
});

Veja que passamos uma string para resolve e reject, indicando que a lógica foi:

  • “Executada com sucesso!”
  • Ou “Ocorreu um erro…”

Porém podemos passar o que quisermos, desde informações do banco de dados até um objeto de erro…

var promise = new Promise((resolve, reject) => {
  // Contém a operação realizada
  // ...  

  // Retorna o estado
  if(result) {
    resolve(result);
  } else {
    reject(error);
  }
});

E agora? Como usamos tudo isso?

Como usar uma promise

Você pode definir uma função para ser executada quando a promise é resolvida com sucesso ou rejeitada.

Para isso, você utiliza o then e o catch:

fluxo promise javascript

Quando a promise é resolvida sem problemas, o then é acionado. Da mesma forma acontece com o catch quando a promise é rejeitada.

Vejamos então como ficaria o exemplo do tópico anterior:

promise.then((data) => console.log(`resultado: ${data}`));

promise.catch((data) => console.log(`erro: ${data}`));

A variável result simula o resultado de uma operação assíncrona.

Nesse caso o resultado foi positivo e o código irá mostrar no console a string:

resultado: Executada com sucesso!

Note que as funções then e catch recebem um parâmetro data por padrão…

Assim podem recuperar os dados passados pela promise.

Por fim, ao alterar o result para false, o código vai retornar no console uma frase diferente:

erro: Ocorreu um erro...

Encadeando then e catch

ilustração de legos

Por último, podemos encadear as chamadas de then e catch, e assim obter um código mais limpo e de fácil leitura.

Por exemplo, ao invés de declarar os métodos then e catch um de cada vez, como fizemos antes, você pode fazer da seguinte maneira:

promise
  .then((data) => console.log(`resultado: ${data}`))
  .catch((data) => console.log(`erro: ${data}`));

Além disso, você pode encadear várias chamadas de then. Assim um é executado depois do outro:

promise
  .then((data) => console.log(`resultado: ${data}`))
  .then((data) => console.log(`resultado 2: ${data}`))
  .catch((data) => console.log(`erro: ${data}`));

Mas atenção ao usar o encadeamento de then!

Note que, com a promise resolvida, o segundo resultado na saída do console possui o valor de undefined, ao invés de “Executada com sucesso!” :

resultado: Executada com sucesso!
resultado 2: undefined

Isso acontece por que precisamos passar adiante o valor da variável data disponível no primeiro then.

E fazemos isso retornando o valor na função anterior:

promise
  .then((data) => {
    console.log(`resultado: ${data}`);
    return data;
  })
  .then((data) => console.log(`resultado 2: ${data}`))
  .catch((data) => console.log(`erro: ${data}`));

Agora, ao executar o código, as 2 mensagens são apresentadas corretamente.

resultado: Executada com sucesso!
resultado 2: Executada com sucesso!

Conclusão

O JavaScript possui vários recursos incríveis que facilitam muito a nossa vida…

E o objeto Promise é apenas um deles…

Para conhecer mais funcionalidades muito úteis como essa, recomendo que dê uma olhada no livro ECMAScript 6 do Diego Pinho.

Foi um dos poucos livros que li 2 vezes e valeu super a pena na minha opinião!

Hey,

o que você achou deste conteúdo? Conte nos comentários.

O seu endereço de e-mail não será publicado.

One Reply to “{ Promise JavaScript } O que é e como funciona?”